DOENÇA HEPÁTICA GORDUROSA NÃO ALCOÓLICA (DHGNA)

28/05/2017

A doença hepática gordurosa não alcoólica (DHGNA) é uma doença evolutiva e potencialmente letal. Inclui desde esteatose simples, evoluindo para esteato-hepatite não alcoólica (EHNA) e, por fim, para cirrose, estágio final de doença hepática, com inflamação crônica e irreversível.

Segundo o consenso publicado pela ESPGHAN, as definições clinicopatológicas da esteatose hepática são:

• DHGNA: é a forma mais benigna de esteatose simples, com leve inflamação, ou termo resumido para todo o espectro da doença.

• EHNA:em Pediatria, éaesteatose hepatocelular macrovesicular com inflamação portal, com ou sem fibrose portal, na ausência de balonização e fibrose perissinusoidal.

• Cirrose: é o estágio mais avançado da fibrose (estágio 3 - fibrose estendida até os portais adjacentes, fibrose em ponte; estágio 4 - cirrose, com perda da estrutura normal do fígado).

Existem diversas causas associadas à DHGNA. Como causa primária, encontra-se a obesidade e suas comorbidades associadas e causas secundárias fármacos portadores de doenças metabólicas.

Dicas para reverter este quadro:
- Perda de peso;

-Reduzir o consumo de frituras, açúcar simples, fast foods e alimentos industrializados ou ultrapocessados;

-Aumentar o consumo de fontes de ômega 3 e todos os alimentos antiinflamatórios;

-Aumentar o consumo de frutas (menos doces) e hortaliças;

-Não ingerir bebidas alcoólicas;

- Fazer exames periódicos;

-Praticar atividade física;

- Aumento no cunsumo de gorduras boas (coco, abacate, castanhas, azeite de oliva, nozes, amendoins etc);

-Redução do consumo de alimentos com alto índice glicêmico;

-Fazer um tratamento com um profissional nutricionista especializado.


NUTRICIONISTA FERNANDA DE BITTENCOURT DA SILVA

ESPECIALISTA EM NUTRIÇÃO CLINICA

MESTRANDA EM SAÚDE COLETIVA

REFERÊNCIAS

http://www.scielo.br/pdf/rpp/v31n4/pt_0103-0582-rpp-31-04-00523.pdf

http://www.sbhepatologia.org.br/pdf/revista_monotematico_hepato.pdf